.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

“O que mata eles de ódio é que hoje um jardineiro pode comprar um carro”, dispara Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou às ruas nesta quinta-feira (20), pela primeira vez desde que foi condenado pelo juiz Sérgio Moro, no último dia 12, e afirmou que foi injustiçado na sentença que o condenou a 9 anos de prisão.
Publicidade
“O problema deste país não é o Lula, é o golpe. A gente tem que se preocupar nesse momento é com o que está acontecendo com o país e o povo brasileiro”, disse Lula, que disparou vários ataques a Michel Temer e as reformas do governo.
“Esse país só vai ser consertado quando a gente tiver um governo que não pense só para meia dúzia de ricos. Quando o pobre é incluído no mercado de trabalho e no orçamento da União, não tem jeito, a economia vai crescer. Talvez o que mate eles de ódio é saber que uma empregada doméstica tem direito a um salário mínimo e férias, que o cara que trabalha como jardineiro pode comprar um carro”, falou.

0 comentários:

Postar um comentário