.

.

.

.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Acusado de matar pastora vai reabrir igreja evangélica

O auto-proclamado pastor evangélico Fábio de Jesus Santos, apontado como participante do assassinato da pastora Marcilene Oliveira Sampaio, 38 anos, e da prima dela, Ana Cristina Santos Sampaio, 36, anunciou que pretende reabrir a congregação evangélica em Conquista.  A informação foi confirmada por uma fonte ligada ao acusado, que foi solto no último final de semana, a exemplo de Edimar dos Santos Brito, que recebeu o benefício da liberdade por excesso de prazo.   A reportagem do Sudoeste Digital tentou contato com a defesa de Fábio, mas não foi atendida. O acusado, por sua vez, não foi localizado, mas foi apurado que a reabertura da igreja, em local a ser definido, terá apoio financeiro de empresários e de um gerente de banco privado. Edimar, que se diz pastor, é apontado como autor intelectual do duplo homicídio e tentativa de homicídio contra o marido da pastora, Carlos Eduardo de Souza, 50. Fábio estava no Conjunto Penal de Vitória da Conquista aguardando julgamento.  Eles aguardarão em liberdade até o julgamento. Com isso, após mais de um ano e quatro meses, apenas o segurança Adriano Silva dos Santos foi julgado e condenado a 30 anos de prisão. 

0 comentários:

Postar um comentário