.

.

.

.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Moradores da Embira são contemplados com edição do 'Governo do Povo em Ação'Moradores da Embira são contemplados com edição do 'Governo do Povo em Ação'

O projeto aconteceu ontem (06) na Comunidade da Embira e levou aos moradores da comunidade diversos serviços públicos e atividades, além da oportunidade de dialogar diretamente com os gestores municipais, e de forma democrática debater as demandas coletivas do local.
As atividades começaram no início da manhã, com os stands das secretarias ofertando diversos serviços, como a saúde, educação, políticas especiais, ação social, agricultura, esporte, cultura e lazer, ouvidoria, entre outros. O evento ainda contou com uma pequena feira da agricultura familiar, os stands da Embasa e do SETAF (Serviço Territorial da Agricultura Familiar). Diversas atividades animaram o público presente. Apresentações de roda de capoeira, futebol para as crianças e as brincadeiras do Palhaço Pipoca.
Além de toda equipe de governo, o evento contou também com a presença de alguns vereadores, do chefe do escritório regional da Embasa, Olavo Vilas Boas, da coordenadora do SETAF Lorena Rocha, da presidenta da Associação dos Moradores da Embira, Cristina e da imprensa.
O prefeito Orlandinho destacou um dos objetivos do projeto. “O nosso governo tem que estar junto do povo, próximo da comunidade, se movimentando sempre pra estreitar a relação com a população de Cruz das Almas. Não somente para bater palma e elogiar não, mas para criticar e cobrar também.”
Logo após dos serviços e atividades os moradores da Embira se reuniram com o prefeito, o vice-prefeito e secretários, onde puderam dialogar e discutir, de forma participativa, as principais demandas e prioridades da comunidade.  “Fomos em todas localidades durante a campanha construir com a população o nosso Programa de Governo Participativo e agora com o prefeito Orlandinho eleito, o GPA (Governo do Povo em Ação) é o retorno que o governo está dando para reafirmar e complementar essas demandas coletivas”, afirmou o secretário de planejamento e desenvolvimento econômico Felipe Viveiros.

0 comentários:

Postar um comentário