quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Ex-presidente da Caixa diz que Geddel “trabalhava pouco”: “Desinteresse claro”

O ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, disparou contra o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) e sobre seu desempenho nos serviços do banco. Em depoimento na CPI da JBS, nesta quarta-feira (25), Hereda falou sobre o “desinteresse claro” do baiano, na época em que exercia a função de vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, entre 2011 e 2013. 
“Chegava na segunda, tinha reunião na terça, na quarta atendia alguns deputados e, ó, ia embora. Eu, sinceramente, fiquei surpreso. Eu não tinha, não imaginava, sinceramente, que na área do Geddel pudesse ter acontecido alguma coisa, pelo desinteresse claro pela atividade dele”, disparou.
Jorge Hereda ainda falou sobre retirar o cargo do ex-ministro e explicou que não tinha esse poder. “Os senhores são muito mais experientes que eu nessa coisa de relação política. O senhor me perguntar se eu tinha poder, como presidente da Caixa, de tirar Geddel de lá de dentro, por favor! Vamos ser racionais. Eu não tinha poder de tirar Geddel”, ressaltou.

0 comentários:

Postar um comentário