quinta-feira, 19 de outubro de 2017

'Não retorno com rancor nem com ódio', diz Aécio na volta ao Senado

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse nesta quarta-feira (18), um dia depois de retornar ao exercício do seu mandato, que vai usar o cargo para provar sua inocência e disse ter sido vítima de uma "armação" feita pelos delatores da JBS.

"Fui sim alvo dos mais vis e graves ataques nos últimos dias, mas não retorno a essa Casa [o Senado] com rancor ou ódio. Venho acompanhado da serenidade dos homens de bem", disse Aécio. O Senado decidiu, na última terça-feira (17), por 44 votos a 26, revogar a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) que tinha afastado o senador de seu mandato em setembro.

"Sou vítima de uma ardilosa armação, perpetrada por inescrupulosos empresários que enriqueceram às custas do dinheiro público, e não tiveram qualquer constrangimento em acusar pessoas de bem, na busca dos benefícios de uma inaceitável delação, ora suspensa em razão de parte da verdade estar vindo à tona", completou Aécio, falando sobre sobre os empresários da JBS.

0 comentários:

Postar um comentário