quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Após denúncia de racismo, Globo decide afastar jornalista Willian Waack

A Rede Globo anunciou nesta quarta-feira (8) que suspendeu o jornalista William Waack, de 65 anos, das funções na emissora após a divulgação de um vídeo onde ele aparece fazendo comentários racistas. Nas imagens, divulgadas na internet nesta quarta, ele reclama de uma buzina enquanto se preparava para entrar ao vivo dos Estados Unidos e afirma que o barulho "é coisa de preto".

"A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante. Diante disso, a Globo está afastando o apresentador William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou hoje a circular na internet, até que a situação esteja esclarecida", afirmou a emissora carioca, em comunicado.

O fato aconteceu no ano passado, durante a cobertura das eleições americanas. Ainda de acordo com a Globo, o Waack não se recorda de ter feito os comentários, "mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação". "A Globo, a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos", finaliza a Globo.

Metro1.

0 comentários:

Postar um comentário