domingo, 31 de dezembro de 2017

Cruz das Almas: Balanço divulgado pelo Conselho Tutelar aponta mais de 500 atendimentos em 2017

Os números relativos as ocorrências de 2017 foram divulgados oficialmente pelo Conselho Tutelar de Cruz das Almas, na última sexta-feira (29/12). O órgão zela por crianças e adolescentes que foram ameaçados ou que tiveram seus direitos violados. Mas zela fazendo não o que quer, mas o que determina o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Ao todo, foram 574 ocorrências registradas durante o período. 

Encaminhamentos para o CRAS – (Centro de Referência de Assistência Social) e CREAS – (Centro de Referência Especializado em Assistência Social), lidera o número de ocorrências com 167 casos, seguindo de Bulling (88); Atendimentos diversos (75); Conflito familiares (51); Negligência (43); Agressões físicas e verbais (24); Supostos abusos sexuais (23); Advertências escritas (23); Evasão escolar (18); Abandonos de incapazes (12); Gravidez na adolescência (9); Automutilações (9); Maus tratos (9); Abandono de intelectual (8); Visitas a domicílio (6); Desaparecimentos (5) e tentativa de suicídio (4). 

Durante entrevista ao radialista Paulo Galvão, da Santa Cruz FM 87.9, o coordenador André Luis, disse que acredita que se houvesse harmonia no lar várias demandas atendidas pelo Conselho seriam solucionadas. “A gente precisa primeiro reparar os danos existenciais dentro da família. Vários problemas existentes dentro da sociedade, é reflexo de uma família destituída. Por isso, nós do Conselho Tutelar, procuramos fazer esse trabalho de prevenção com a população”, afirmou. Para os conselheiros, os números podem ser bem maiores, levando em conta que muitos casos não chegam ao conhecimento do órgão. 

Por: Paulo Galvão|FORTE NA NOTÍCIA

0 comentários:

Postar um comentário