.

.

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Marido confessa ter matado grávida dois dias antes do parto por ciúmes em Serrinha

Foi preso em flagrante por volta das 18h deste domingo (17), na cidade de Serrinha, Adilson Prado Lima Júnior, 25 anos, que confessou ter matado Daiane Reis Mota, 25 anos, grávida de oito meses e meio, com quem mantinha uma união estável. A vítima iria realizar um parto cesárea nesta segunda-feira (18).

O casal morava às margens da BA-409, próximo à estação rodoviária. A jovem estava desaparecida desde a tarde de sábado (16), por volta das 15h, e foi encontrada morta na manhã de hoje, por um grupo de ciclistas, em um matagal próximo ao povoado Barra do Vento, em Serrinha. O corpo de Daiane foi achado de barriga para baixo e ela tinha uma perfuração de arma de fogo na nuca.

Segundo informações do radialista José Ferraz, da rádio regional de Serrinha, a polícia conduziu Adilson para a delegacia a fim de prestar esclarecimentos. Durante o depoimento, ele confessou que matou a jovem por suspeitar que o filho que ela estava esperando fosse de outra pessoa e revelou sentir ciúmes da mulher.

Daiane tinha um filho de três anos de um relacionamento anterior. Ela trabalhava em uma farmácia da cidade. Desesperada a família publicou posts nas redes sociais com a foto de Daiane e telefones para contato, e chegou a fazer um apelo em uma rádio da cidade, na esperança de encontrá-la. Na tarde de hoje, populares se dirigiram à casa do pai do acusado para tocar fogo na residência, ao suspeitarem que ele tinha acobertado o filho. Com informações do site Acorda Cidade.

0 comentários:

Postar um comentário