.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Governo decide suspender reforma da Previdência


Governo decide suspender reforma da Previdência
BSL08. BRASILIA (BRASIL), 31/05/2017.- El presidente de Brasil, Michel Temer, habla durante la ceremonia de posesión del recién nombrado Ministro de Justicia y Seguridad Pública, Torquato Jardim (fuera de cuadro), hoy, miércoles 31 de mayo de 2017, en el Palacio del Planalto en Brasilia (Brasil). Temer juramentó hoy al nuevo ministro de Justicia, Torquato Jardim, y afirmó que el país pasa por "grandes conflictos institucionales" y pidió que dejen "trabajar en paz" a su Gobierno y a los otros poderes. EFE/Joédson Alves.
O governo decidiu suspender a tramitação da reforma da Previdência. Segundo articuladores políticos do Planalto, o presidente Michel Temer – depois de uma reunião com parlamentares, ministros e integrantes do Conselho de Defesa Nacional – avaliou que não havia condições de contornar o impedimento legal de que propostas de emenda à Constituição (PECs) sejam votadas durante a vigência de uma intervenção federal. Na última sexta (16/2) ao assinar o decreto, Temer disse que a intervenção seria suspensa no momento em que a proposta tivesse os votos suficientes para ser votada. Entretanto, no encontro de hoje (19/2), ele chegou à conclusão de que revogar o decreto poderia desmoralizar a intervenção sem ter a aprovação da reforma garantida.
O governo já trabalha em uma agenda alternativa à reforma da Previdência, até então tida como a principal medida econômica do Planalto. No pacote estão a revisão de desonerações, a privatização da Eletrobras e um bloco de leis para segurança pública. Esta pauta está sendo costurada de forma conjunta entre os ministros da área econômica e os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), que participaram da reunião.

0 comentários:

Postar um comentário