.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Papa Francisco pede perdão a chilenos em escândalo de pedofilia


O papa Francisco pediu hoje (17) perdão pelas feridas e ofensas provocadas à população da cidade chilena de Osorno. A reigão encontra-se dividida pela designação do bispo Juan Barros, acusado de encobrir abusos sexuais. Em mensagem lida por um de seus enviados, monsenhor Charles Scicluna, durante missa realizada na Catedral San Mateo de Osorno, o pontífice buscou reconciliar a comunidade.
“O papa Francisco me encarregou de pedir perdão a cada um dos fiéis da diocese de Osorno e a todos os habitantes deste território por terem sido profundamente feridos e ofendidos”, disse Scicluna durante a cerimônia realizada na Catedral San Mateo de Osorno, a 930 km ao sul de Santiago. Juan Barros foi designado como bispo em 2015 e acusado de encobrir os atos de pedofilia do influente sacerdote Fernando Karadima – escândalo que desencadeou a pior crise da Igreja no Chile.
 

0 comentários:

Postar um comentário