.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Cruz da Almas: Sessão Itinerante da Pumba é marcada por várias críticas a atual gestão

                                             


A Sessão Itinerante que ocorreu na Pumba, na última quarta-feira (11) foi regada colocações de vereadores e muitas delas questionando o poder público. O evento tem por intuito popularizar ações do Poder Legislativo Municipal, em vista de tornar a população mais próxima e informada.
A vereadora Camila Moura (PRB) esteve no local, defendendo suas indicações de cunho social que irão acalentar algumas necessidades da comunidade; a implantação de um centro de Artes, Cultura e Lazer, alémda expansão do grupo Bom Viver para a localidade da Pumba foram citadas por ela.Assim também como o vereador Roberto Câmara (PMDB), que trouxe indicações que visam a iluminação do campo da Pumba, além da construção de uma praça em frente à Igreja.
O evento serviu para vários vereadores trazerem críticas duras e questionamentos ao governo atual. Camila Moura, por exemplo, não poupou críticas em relação ao fechamento do Iper a ineficiência de profissionais nos centros de saúde da Pumba. Assim também como se queixou o vereador Elias de Gogó (SD) sobre a ausência de aparelhos que impedem a boa funcionalidade no atendimento.
Camila, inclusive salientou uma denúncia que fez ao Ministério Público sobre a presença de nepotismo na atual gestão, “e hoje saiu a decisão do MP que em 15 dias, o prefeito Orlandinhoafaste todos os funcionários que configurem nepotismo, inclusive nepotismo cruzado”, revelou.
Por sua vez, Maria Cedraz (PSC) criticou duramente a política do governo Orlandinho (PT), afirmando que não se ouve as opiniões da câmara. Segundo ela, é preciso dialogar com o legislativo, pois é de papel dos vereadores ouvir o público, desta forma, esse dialogo será importante para o entendimento das causas que reivindicam o povo; “só sabe das necessidades quem está convivendo com elas”, analisa.
O caminho das verbas do município também foi questionado por Cedraz, pondo em dúvida a qualidade da merenda escolar, em vista da verba que segundo ela correspondeu a 650 mil no ano de 2017. Nego da Farmácia, da mesma forma questionou sobre como está sendo gasta a verba – conforme afirma – correspondeu a 700 mil reais liberada pelo governador do Estado para a Santa Casa de Misericórdia, com mais 280 mil reais do município. Para ele, seria necessário uma CPI para saber os caminhos desse dinheiro.
A vida em zonas rurais no Brasil foi e ainda é de bastante luta que muitas vezes da falta de investimentos. Foi nessa ideia que Edson Ribeiro (DEM) se apoiou para dar a sua colocação no evento, segundo ele é importante que a população escolha pessoas que tenham noção e já viveram nessas comunidades. Entretanto, o presidente da câmara Renan de Romualdo (PMDB) acredita que esse é um fator importante, mas é preciso que o representante tenha serviços prestados à sociedade, salientando que “é bom nas próximas eleições a gente possa ver quem cumpriu suas promessas e realmente fez por Cruz das Almas”.
Walter Lucas também alertou para deputados que segundo ele, vêm aos municípios pedir votos, mas que depois de eleitos esquecem-se de cumprir com as promessas, “aceitem deputados que fizeram alguma coisa pela sua comunidade”, disse ele a população.
Foto: Cristiano Peixoto ( Repórter Tatu)
 Por: Ana Paula Pitanga


0 comentários:

Postar um comentário