.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

sábado, 7 de julho de 2018

Cruz das Almas: A 2ª Jornada Pedagógica traz avaliações e planejamentos para o segundo semestre deste ano

                               
Aconteceu na manhã deste sábado letivo (7), a 2ª Jornada Pedagógica, que serviu para discutir e planejar as atividades da área da educação durante o segundo semestre do ano. Além de fazer uma avaliação a respeito dos trabalhos executados decorrentes da primeira edição do evento. Para participar dessa reflexão coletiva, vários profissionais da educação estiveram presentes, além de alunos e representantes de turmas, juntamente com pais e responsáveis.


             O secretário da educação Mario do Jornal acredita que é importante esse momento de análise para poder corrigir estratégias que não deram certo. Assim como na primeira edição do evento, a segunda também foi importante para planejar temáticas de apresentações em datas importantes da cidade como foi o Arraiádo Laranjinha. Para este semestre, a festa de 29 de julho, aniversário da cidade se tornou pauta para o planejamento, como explica o secretário, “agora nós vamos trabalhar pedagogicamente os 121 anos da cidade de Cruz das Almas com o tema ‘Cruz das Almas tem história’ para contar a história dos pontos principais do município“. Desta forma, o desfile do dia 29 de julho terá como foco a história da cidade e contará com o acordo escolar para trazer essa essência do município para o público através dos alunos.

            A nutricionista, Andreia Moura chamou atenção para a composição da merenda escolar de forma saudável, por isso alguns alimentos foram cortados ou diminuídos do cardápio como foi o caso do café, charque, salsicha, calabresa e outros alimentos embutidos que oferecem riscos a saúde da criança. A quantidade de óleo, extrato de tomate e açúcar também foi reduzida na distribuição das escolas. Ela ainda alertou para a proibição de vendas de alimentos no ambiente escolar, lembrando-se do risco de corte de verba caso essa norma seja descumprida.

            No mais alguns assuntos vieram à tona como a conservação do patrimônio escolar por parte dos alunos; e também, sobre a importância dos profissionais da educação tomarem conhecimento do programa de Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Por: Ana Paula Pitanga

0 comentários:

Postar um comentário