.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

sábado, 28 de julho de 2018

Poema: Sussuro

                                        
Caminho suavemente em sua direçao,e nesse inicio de primavera sinto o suave perfume das flôres se misturarem de forma abstrata a difusa luz de seu olhar.
Naõ sei reescrever o poema de suas formas e sonhos ainda naõ descritos.
Procuro as pedras deixadas no caminho do mar, pegadas e essências de sua presença.
Talvez caminhe só precisando de um elo,grito,sorriso,talvez um toque de leve em tua façe de criança sussuro desesperado,ânceio único,sopro de brisa descortinando mais dias cheios de luz e mistérios.
E nessa procura vou aos poucos me trâportando para a tela onde pintei e eternizei uma obra prima de mim mesmo.
Léa.s.s.

0 comentários:

Postar um comentário