.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Pai de família morta durante três segundas em Maragogipe vive drama; “fica preocupado”

Um parente de mãe e filhas mortas nas últimas três segundas-feiras no município de Maragogipe, Recôncavo da Bahia, disse nessa segunda-feira (20/8) que o patriarca da família está preocupado com a situação. O tio das meninas, conhecido como Didi da Avenida, informou que Jeferson Eduardo já procurou atendimento médico.“Ele fica preocupado [com toda a situação], inclusive já esteve na UPA [Unidade de Pronto Atendimento] para tomar soro e fazer todos os exames”, frisou Didi durante entrevista. Ainda de acordo com o familiar, o laudo do Instituto Médico Legal (IML) que pode apontar as causas das mortes ainda não ficou pronto. Na última sexta-feira (17/8), o delegado responsável pelas investigações, Marcos Veloso, pediu exumação da primeira criança.
CASO
O drama da família começou no dia 30 de julho, quando Gleicy Kelly Ribeiro dos Santos, 5 anos, foi encaminhada ao Hospital de São Félix. Lá, teve sua morte relacionada com problemas de diabetes. Na segunda seguinte (6/8), foi a vez de Ruthy Ribeiro dos Santos passar mal. A criança, de apenas um ano, foi levada para a UPA e também morreu. Uma semana mais tarde, a mãe das jovens, Adryane Ribeiro, apresentou complicações de saúde e não resistiu. Jeferson Eduardo, quando o segundo caso aconteceu, chegou a desabafar no Facebook. “O mundo não quer entender que o caso das minhas filhas é Jesus que está voltando”, resumiu. Também pelas redes sociais, moradores da região e pessoas próximas da família se manifestaram com relação às ocorrências.

0 comentários:

Postar um comentário