.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

domingo, 14 de outubro de 2018

Comunidade Quilombola de Cruz das Almas recebe Projeto Ciranda Rural com a Ronda Maria da Penha

Na quinta-feira (11), a Comunidade Quilombola Vila Guaxinim recebeu o Projeto Ciranda Rural com a Ronda Maria da Penha. Em Cruz das Almas a ação foi conjunta com as Secretarias de Políticas Especiais, Serviços Públicos e a do Trabalho e Assistência Social. A Ciranda Rural é uma iniciativa da SDR e tem parceria com outras secretarias do Estado. Como secretaria de Segurança Pública (SSP), da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Sepromi e SPM. E é comandado pela Major PM Denice Santiago.
O projeto, lançado em agosto de 2017, tem como objetivo garantir a segurança e assegurar os direitos das agricultoras familiares, assentadas, quilombolas e marisqueiras, com ações preventivas e integradas de enfrentamento e combate à violência cometida contra as mulheres do campo. São realizadas oficinas, palestras e diálogos com as mulheres e homens sobre a Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006) e os tipos de violência doméstica contra as mulheres: violência física; psicológica; sexual; moral e patrimonial.
Principal agente da violência nos lares, a maioria dos homens desconhecem o assunto. O que torna ainda mais importante o trabalho de conscientização. “Quando começo uma palestra, geralmente, pergunto aos homens quantos ali já praticaram ou praticam alguma violência contra uma companheira e poucos levantam a mão. Então vamos conversando, explico sobre os tipos de violência, e no final 90% assumem ter cometido algo contra as mulheres”, declarou o sargento Djair Moura.

0 comentários:

Postar um comentário