Header Ads

Seo Services

Cruz das Almas: trancada dentro de casa, jovem com depressão utiliza a rede social para pedir socorro

Foto/Reprodução: Google Imagens
O assunto ganhou repercussão entre os internautas na noite de ontem (23/maio) e viralizou rapidamente depois que a garota revelou em rede social que está enfrentando problemas psicológicos e, por conta disso, estaria “presa” dentro de casa.
O problema, segundo as postagens, vem se arrastando desde a última segunda-feira (20/maio) quando veio à tona o primeiro pedido de socorro, por volta das 6h01. “Alguém me ajuda, eu estou presa sem poder sair”, escreveu.
A publicação provocou uma reação imediata de uma pessoa da família que tentou amenizar a situação explicando o que estava acontecendo: “Não levem em consideração tudo que ela fala, ela tem uma doença chamada esquizofrenia, e é muito complicado. Ninguém a maltrata, e ninguém a mantém em cativeiro. A questão é que ela andava fugindo e deixando todo mundo desesperado. Por conta disso ela não tem posse da chave da casa, nem acesso a rua sozinha. Mas não significa que ela está presa.”
Três dias depois, por volta das 17h29, veio a segunda postagem que logo se espalhou pelos grupos de WhatsApp.  “Alguém pra me tirar daqui”, implorou.
Um minuto depois a jovem discorda da afirmação feita por alguém da própria família e conta o que está acontecendo: “Meu caso é depressão e n esquizofrenia.”
As postagens foram comentadas pelos seguidores que preocupados com a situação resolveram oferecer ajuda através da rede social.
FIQUE POR DENTRO
A depressão é um distúrbio que afeta mais de 10% da população mundial. Segundo dados da OMS o Brasil é o país mais depressivo da América Latina. O que significa que muitas pessoas ao nosso redor podem apresentar sintomas. Esse texto foi criado pensando em enumerar dicas para apoiar colegas, amigos, familiares e pessoas próximas que estejam enfrentando sinais como:
Humor deprimido ou irritabilidade, ansiedade e angústia
Alteração no sono (insônia ou hipersonia) e apetite.
Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas
Desinteresse, falta de motivação e apatia
Sentimentos de medo, ansiedade, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio
Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença, morte ou luto.
Interpretação distorcida e negativa da realidade: tudo é visto sob a ótica depressiva, um tom “cinzento” para si, os outros e o seu mundo
Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.