Header Ads

Seo Services

Justiça nega pedido de liberdade de Iuri Sheik

O influenciador digital e empresário do ramo da moda, Iuri Sheik, teve o pedido de liberdade negado no início do mês. Segundo a sentença assinada pelo juiz José Francisco de Oliveira Almeida, o suposto responsável pelo assassinato de Will Silva, em Santo Antônio de Jesus, município do interior da Bahia, deve permanecer em custódia para que sirva de exemplo para sociedade.
“O representado, como diversas vezes afirmou sua defesa, é pessoa conhecida, influente nas mídias sociais, com centenas de milhares de pessoas que acompanham diariamente, com mais de 288 mil seguidores, e, justamente, por ser uma pessoa pública, como afirma ser, um influenciador digital, um formador de opinião, sobreleva a carga de responsabilidade pelos seus atos e sua conduta no meio social, em face do seu imediato reflexo e direto a todos aquelas que o acompanham, o seguem, o copiam”, afirmou.
Além disso, o magistrado relembrou a suposta ação no assassinato de Will e reforçou os riscos que Iuri pode oferecer à sociedade caso seja liberado.
“Saliento que há notícia nos autos que o representado, em tese, estaria com uma arma de fogo em seu veículo (a mesma que teria sido utilizada contra a vítima), vindo para esta cidade, supostamente, armado, o que demonstra o seu intento ou predisposição para agir como lhe conviesse, eis que a periculosidade encontra-se evidenciada”, afirmou.
Yuri Santos Abraão, conhecido como ‘Iuri Sheik, se entregou à policia no dia 26 de junho, sendo transferido dias depois para a Penitenciária Lemos de Brito.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.