Header Ads

Seo Services

.

.

Em Bagdá, funeral de Suleimani tem protestos contra os EUA



      Milhares de pessoas foram às ruas de Bagdá neste sábado (4) para acompanhar o funeral do comandante iraquiano Abu Mahdi al-Muhandis e do general iraniano Qassim Suleimani, mortos na última quinta-feira após um ataque aéreo dos EUA na capital Iraque. O corpo de Suleimani deve seguir ainda hoje para o Irã, onde será enterrado. Ainda não há informações de como o corpo será transportado.
O primeiro ministro do Iraque, Adel Abdel Mahdi, e outras autoridades participaram do funeral que tomou as ruas de Bagdá. O cortejo saiu do distrito de Al Jadriya, em uma área chamada Zona Verde, onde estão localizados os prédios do governo iraquiano, e seguiu pela cidade. Manifestantes acompanham o cortejo carregando bandeiras e faixas com as fotos dos generais mortos gritando “Morte à América”.
A ordem para o bombardeio da última quinta-feira que matou os generais e outras sete pessoas partiu do presidente americano Donald Trump. “Sob ordens do presidente, os militares dos EUA tomaram medidas defensivas decisivas para proteger o pessoal dos EUA no exterior, matando Qassim Suleimani, chefe da Guarda Revolucionária Islâmica Corps-Quds Force, uma organização terrorista estrangeira designada pelos EUA”, diz a nota do Departamento de Defesa americano.
Fonte: Varela Notícias

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.