Header Ads

Seo Services

Pastores evangélicos realizam protesto contra decreto que impede realização de cultos em Cruz das Almas


Alguns pastores falam em perseguição aos cristãos do município.

A suspensão por mais 8 dias de cultos em igrejas evangélicas levou cerca de 14 pastores a realizarem um protesto em frente ao Paço Municipal de Cruz das Almas, nesta terça-feira, 21. Apesar do novo decreto permitir a abertura das igrejas, o documento impede a realização de cultos ou reuniões. A decisão não teria agradado os líderes religiosos e muito menos os cristãos que falam em perseguição. “(…) Nós estamos aqui representando a Ordem dos Pastores Evangélicos de Cruz das Almas (OPEC), queremos fazer um repúdio diante do decreto municipal que foi colocado agora na segunda-feira, impedindo as igrejas que possam continuarem a fazer seus cultos. O decreto fala que elas (Igrejas) podem abrir, mas impede a realização de cultos, e nós entendemos que temos que prevenir a população e estamos fazendo um trabalho diretamente com nossos irmãos, para que eles possam colocar em prática todas as regras divulgadas pelo Ministério da Saúde. Então nós queremos nessa hora, justamente, retratar esse repúdio para que a Prefeitura possa flexibilizar para que as igrejas possam voltar a funcionar e realizar os seus cultos dentro da realidade atual”, diz o líder evangélico. Segundo o pastor Macelo Teles, presidente da OPEC, outros municípios vizinhos estão permitindo o funcionamento das igrejas com a realização de cultos. A manifestação encerrou com o grito de protesto pedindo o retorno dos cultos “Cultos Já”.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.