Header Ads

Seo Services

Paulo Tear e Targino Gondim se posicionam sobre escolha por Leo Santana em live junina: “Estou indignado”


Após declaração de Leo Macedo, cantor da banda de forró Estakazero, o músico Targino Gondim fez duras críticas à uma escolha em live junina criada pela da TV Globo. Forrozeiros e sertanejos foram chamados para representar o São João de cada estado nordestino e Leo Santana foi o escolhido para representar a Bahia, algo que causou revolta entre os cantores baianos de forró.

Em vídeo publicado no Instagram, Gondim admitiu estar “indignado” com a escolha e afirmou que, apesar de Leo Santana ser um “grande artista”, ele “não representa o nosso São João baiano”.
“Nós temos aqui muitos artistas maravilhosos que podem estar lá representando à altura a nossa festa junina, a nossa festa tradicional. Então, eu estou indignado assim como tantos outros artistas, amigos queridos e todos os forrozeiros, as pessoas de bom gosto e coerentes também”, disse Targino.
“A gente fica muito indignado porque cada um de nós está aí há mais de 20 anos de muito trabalho, de muito esforço, de muita competência, de muitas vitórias”, desabafou.

Durante a série de críticas e o desabafo, o forrozeiro mostrou seus prêmios, incluindo o Grammy Latino de 2001, que ganhou com a música “Esperando na Janela”.
Além de Targino, Paulo Tear também comentou sobre o ocorrido. Em vídeo destinado à TV Bahia, responsável pela live junina, o empresário disse que poderia “dar 100 nomes significativos” para representar o São João baiano.
“Calça o ‘chinelo da humildade’ e procura os produtores e empresários do Nordeste para fazer uma programação junina. Eu posso mencionar mais de 100 bandas maravilhosas da minha Bahia (…) Eu acho que Leo Santana está constrangido de vocês terem colocado ele como referência do São João da Bahia. Faça isso não. Me liga, que eu vou te dar 100 nomes da Bahia, do Nordeste, significativos”, disse Tear em tom irônico.
Fonte: Varela Notícias 

Confira os vídeos:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.