.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

domingo, 13 de agosto de 2017

Agente da Transalvador destrata cidadão e desafia: “Tome suas providências”; veja vídeo

(Foto: Reprodução)
Em um relato acompanhado de um vídeo que está circulando no WhatsApp, um agente da Transalvador aparece dirigindo palavras de baixo calão a um cidadão no início da tarde deste sábado (12), por volta das 14h, no bairro do Jardim de Alah.
De acordo com o texto viral, o homem teria questionado o agente sobre uma obra na Av. Octávio Mangabeira, que estava tomando o espaço dos pedestres. Ao perguntar sobre a situação, teria ouvido: “Vá procurar o que fazer desgr***”.
Inconformado com a resposta, o cidadão que estava com sua filha de 9 anos e uma colega da mesma faixa etária, deixou as meninas em casa, no Condomínio Bahia Suite Residence, também no bairro do Jardim de Alah e voltou sozinho com o celular para gravar a situação.
Ao chegar no local e questionar a conduta do agente, recebeu a seguinte resposta: “Foi isso mesmo velho, porque? Eu mandei você tomar na sua bunda, para você procurar se respeitar. Tome suas providências”, desafiou.
Varela Notícias conversou com o homem responsável pela gravação do vídeo. I.V.F.R, 31 anos, preferiu não se identificar, mas relatou como se sentiu com o destrato: “Me senti bastante humilhado na frente da minha filha, da amiga da minha filha. Me senti impotente, sem saber o que fazer. A única coisa que me restou foi a serenidade e usar a única arma que eu tive contra ele, que foi a câmera do celular”, desabafou.
VN tentou contato com a Transalvador, mas até o fechamento desta matéria, não obteve resposta. Confira o vídeo:

A Transalvador se posicionou sobre o incidente mandando uma nota de esclarecimento. Confira na íntegra:
ESCLARECIMENTO
A Transalvador informa que o vídeo em que um agente de trânsito agride verbalmente um cidadão, na tarde deste sábado (12), já chegou ao conhecimento da administração da autarquia, que irá apurar a situação com rigor, abrindo processo de sindicância. Esclarecemos que, havendo comprovado excesso, sendo garantida ampla defesa, o agente será punido com as medidas administrativas cabíveis. Em tempo, salientamos que o comportamento apresentado pelo agente, registrado no vídeo, é incompatível com a política da Transalvador e não representa a conduta da corporação.”

0 comentários:

Postar um comentário