segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Cármen Lúcia dispara sobre presídios brasileiros: “Se soubessem tudo que sei, seria difícil dormir”

(Foto: reprodução/Agência Brasil)
A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, falou sobre a situação dos presídios no Brasil. No sábado (7), durante uma participação no Festival Piauí Globo News de Jornalismo, que aconteceu em São Paulo, a ministra disparou contra a criminalidade que continua até mesmo dentro das carceragens brasileiras. 
“Hoje temos as questões gravíssimas de organizações criminosas dominando em todos os estados do Brasil. Por isso eu digo que não é cômodo nem confortável nenhuma poltrona na qual eu me assente, por uma singela circunstância: eu sou uma das pessoas que mais tendo informações não tenho a menor capacidade de ter sono no Brasil. Se o brasileiro soubesse tudo o que sei, tendo visitado 15 penitenciárias masculinas e femininas, seria muito difícil dormir”, falou.
A presidente ainda falou sobre a delação premiada e criticou o vazamento de informações.  “A colaboração premiada tem sido um instrumento necessário para chegar aos fatos para que a corrupção não prevaleça. Eventuais excessos serão corrigidos. Nenhuma investigação ou acusação para caso o procedimento não tenha sido perfeitamente aplicado. (…) O vazamento é um erro”, disse.

0 comentários:

Postar um comentário