quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Cientistas russos criam uniforme de guerra que resiste a granadas e fogo; veja vídeo

As evoluções são normais em todos campos, ainda mais com todos os aparatos tecnológicos. No entanto, ninguém imaginaria que alguma armadura superpoderosa pudesse ser inventado. Aos que imaginavam, soava como algo tirado de quadrinhos ou filmes de heróis, como uma invenção do Batman ou do Homem de Ferro. 

No entanto, cientistas russos podem ter chegado a um resultado de cinema e ter inventado o que eles batizaram de "armadura do Super-Homem". Os inventores garantem que a roupa fica intacta durante um incêndio e o soldado sobrevive a explosões de granada. O novo equipamento foi feito para as forças russas e para impressionar o presidente Vladmir Putin. 

Conforme os próprios cientistas, o uniforme é feito a partir de uma fibra de aramida, conhecida por ser um polímero leve e resistente ao calor. Além disso, como é relatado, a roupa é leve, ao contrário do que parece nos testes feitos. Para a apresentar o avanço no uniforme militar, os russos divulgaram uma filmagem impressionante. 

Nela, um soldado passa por um incêndio e por explosões sem sofrer qualquer dano. Os cientistas contam que o soldado consegue ficaficar 30 segundos parado no fogo sem sofrer qualquer tipo de ferimento. No entanto, os inventores garantem que se uma granada atingir diretamente o soldado, ele não deve conseguir sobreviver. A invenção faz parte do programa russo chamado de Ratnik. 

O objetivo das forças militares é criar a próxima geração de equipamentos e uniformes para guerra. A partir das invenções e do investimento, o exército russo também já estaria na posse de uma nova roupa térmica, um novo binóculo de visão escura e um equipamento tecnológico não revelado. 

Os cientistas revelaram que a "armadura do Super-Homem" já foi testada em combate ainda em 2016, no entanto, os resultados do teste ainda não foram divulgados. A roupa a prova de fogo deve estar completamente acabada em 2020. A expectativa do governo russo é de colocar o equipamento à venda para a população em geral. Abaixo você confere as imagens do teste realizado pelos cientistas:

0 comentários:

Postar um comentário