.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

domingo, 25 de novembro de 2018

Cruz das Almas adere ao Programa Mais Alfabetização em unidades de ensino

                                  
Aconteceu em Cruz das Almas no dia 23 de novembro na Biblioteca Municipal Carmelito Barbosa Alves, o I Seminário de Experiências Exitosas do PMALFA. Foi pensado pela Coordenadora do Pmalfa Maria do Carmo Nascimemto da Silva como forma de valorizar  o trabalho dos assistentes de alfabetizaçao, permitindo a socializaçao das suas práticas pedagógicas . O município de Cruz das Almas aderiu ao Programa Mais Alfabetização (PMALFA) que foi instituído pelo Ministério da Educação (MEC) pela Portaria N° 142/2018. O PMALFA vem com o intuito de fortalecer e trazer apoio técnico e financeiro às unidades escolares no processo de alfabetização de estudantes devidamente matriculados no 1° e 2° ano do ensino fundamental.
Esse processo de apoio técnico é realizado por meio da seleção de um assistente de alfabetização, a cargo das secretarias de educação. O assistente deve auxiliar o trabalho do professor alfabetizador, conforme seu planejamento, para desenvolver nos estudantes  competências de leitura, escrita e matemática. Os profissionais aplicam aos estudantes avaliações diagnósticas e formativas, disponibilizadas no sistema de monitoramento, com o objetivo de monitorar o desenvolvimento da aprendizagem. Já o apoio financeiro às escolas acontece por meio da cobertura de despesas de custeio via Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).
Em Cruz da Almas, 21 unidades escolares foram contempladas com assistentes alfabetizadores. Eles participaram de um processo seletivo  e foram avaliados utilizando como criterios: a formação, experiência, perfil e performance na entrevista. Vale ressaltar que os assistentes são contemplados com bolsa do MEC com um valor simbólico.

Os assistentes técnicos irão disponibilizar apoio em torno de cinco horas semanais para unidades escolares não vulneráveis ou dez horas semanais para as unidades escolares vulneráveis (onde mais de 50% dos estudantes participantes do SAEB-ANA tenham obtido resultados em níveis insuficientes  em leitura, escrita e matemática); e também aquelas que apresentarem Índice de Nível Socioeconômico muito baixo, baixo, médio baixo e médio, segundo a classificação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - Inep. 

0 comentários:

Postar um comentário