Header Ads

Seo Services

Criança esquartejada pela mãe viveu um ano sem o órgão genital pois “queria ser uma garota”

Na sexta-feira (9), um menino de 9 anos que foi assassinado por sua mãe, estava há cerca de um ano sem seu pênis. O órgão genital foi retirado em um procedimento caseiro. As informações são do Correio Braziliense, que obteve documentos divulgados pelo Conselho Tutelar.
A mãe do menino contou aos oficiais responsáveis pelo caso que realizou o procedimento pois a criança “queria ser uma garota”. A vítima ficou quase um ano sem ter os cuidados necessários e sem frequentar qualquer unidade de saúde devido ao pênis mutilado.
Junto com a mãe estava sua companheira, que além de cooperar do assassinato, participava de outras torturas na qual o menino e sua filha eram expostos.
Segundo o Conselho Tutelar, as crianças eram maltratadas por ambas e ainda eram obrigadas a manter relações sexuais entre si. No domingo (2), as acusadas tiveram prisão preventiva decretada e estão na carceragem do Departamento de Polícia Especializado (DPE).
“Elas responderão por homicídio qualificado, por motivo torpe, sem possibilidade de defesa da vítima, e por se tratar de um menor de 14 anos. A pena varia de 12 a 30 anos de prisão”, afirmou Guilherme Sousa Melo, delegado à frente do caso.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.