Header Ads

Seo Services

Em Brasília (DF), representantes da Polícia Civil de Cruz das Almas participam de protesto contra a Reforma da Previdência

(E) Arlene, Lerciano e José Augusto durante protesto em Brasília (DF) - Foto enviada a redação do FORTE NA NOTÍCIA
Três representantes da Polícia Civil de Cruz das Almas estão entre os membros das Forças de Segurança Pública que na noite da última segunda-feira, 01, realizaram uma vigília no Congresso Nacional. O Escrivão de Polícia Lerciano de Oliveira, os Investigadores Arlene Lelis Souza e José Augusto, fazem parte da caravana que saiu da Bahia e de diversos estados com destino a Brasília-DF, em protesto a Reforma da Previdência, proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro. Em contato, por telefone, a Investigadora Arlene falou que o município sempre participou das caravanas enviando representantes. “A nossa classe está lutando pelos seus direitos”, disse ao Forte na Notícia. Profissionais de todo país exigiram um tratamento isonômico em relação aos direitos previdenciários que estão sendo garantidos apenas aos policiais militares e as Forças Armadas do Brasil, representando um retrocesso e perdas históricas aos demais profissionais de Segurança Púbica do Brasil. Em um vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindpoc), Eustácio Lopes, salientou que os profissionais estão apenas reivindicando os mesmos direitos dos policiais militares e das Forças Armadas: “Nós queremos as mesmas condições dos policiais militares e das Forças Armadas. Vivemos uma guerra diária! Todos os dias policiais civis são abatidos e mortos no Brasil! As Forças Armadas vivem aguardando uma iminência de uma guerra sendo que, na verdade, nós enfrentamos cotidianamente uma guerra. Não podemos deixar de sermos considerados como atividade de risco conforme prevê a Reforma da Previdência”.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.