Header Ads

Seo Services

Velório é interrompido após viúva alegar que morto apertou sua mão; família retornou ao hospital

O velório de um ex-detento de 61 anos foi interrompido e a família retornou ao hospital após a viúva garantir que o morto havia apertado sua mão. Raimundo Bezerra de Sousa veio a óbito na quinta-feira (15), após mal estar no presídio Tairi, no Ceara, e o velório era realizado na sexta-feira (16), quando a situação ocorreu.
Além da viúva, outros familiares também garantiram que Raimundo ainda estava vivo, alguns afirmaram até que ele transpirava e se mexia dentro do caixão.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e o corpo foi encaminhado a uma unidade hospitalar. No hospital municipal, novamente foi constatado que o homem estava morto e a família retornou ao cemitério para continuar o enterro.
Fonte: Varela Noticias 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.