Header Ads

Seo Services

.

.

Moro chama Vaza Jato de ‘bobajarada’ e tentativa ‘de soltar criminosos presos’

Foto: Divulgação/Nadja Kouchi
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, chamou ontem (20) os vazamentos de conversas entre ele, então juiz da Lava Jato, e procuradores que trabalhavam na operação de “bobajarada” e afirmou que a divulgação dos diálogos por parte do Intercept foi uma tentativa de “soltar criminosos presos”.
“Sempre achei um monte de ‘bobajarada’. Nunca entendi direito a importância daquilo”, disse Moro, em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura. “Foi usado para tentar soltar criminosos presos, pessoas que tinham sido condenadas por corrupção e, principalmente, enfraquecer politicamente o Ministério da Justiça e Segurança Pública.”
O ministro disse ainda que não enxerga problemas em sua atuação enquanto magistrado e classificou a chamada Vaza Jato como uma ‘farsa’. “Tenho a consciência absolutamente tranquila do que fiz como juiz. Nós temos os números dos trabalhos que foram realizados que revelam que foram feitas várias condenações, mas teve também absolvições. Nem tudo que foi apresentado pelo Ministério Público foi sancionado pelo juiz. Houve uma farsa nessa tese baseada nessas supostas mensagens.”
Moro ainda comentou a aprovação do juiz de garantias pelo Congresso Nacional, medida sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, a instituição da nova figura foi feita de maneira não pensada e faltou um estudo aprofundado sobre o tema.
Fonte: Metro1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.